Aconteceu de novo

Acontece, a gente sabe. Um dia estamos

sentados na varando e somos engolidos

Como chutar

a quina de mesa. Isso nos atinge

E estamos sempre esperando uma coisa mais

doce

leve

Mas é sempre aquele amor dolorido que

dilacera e fere o peito.

Ninguém nos ama nas tardes de domingo

enquanto você escreve poemas de amor

ele está amando outras almas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s