Pedaços de um caderno sem amor

Te entrego uma carta borrada, rasurada e suja. Te entrego pedaços de um caderno sem amor. Mentira. Um caderno rasurado de amor, de amar demais. Exorbitante. Fatigado e machucado pelo excesso de sentir. E de não saber amar.

Você me foi tarde fria. Fechei os olhos por dias e noites e me escondi da certeza que te sentia, e por deus, queria te sentir. Mas só eu sei como tive medo de receber-te, aceitar-de. Mais, mais ainda. Tive medo de me permitir sentir por saber que seria exatamente isso: me perder de mim. Ir construindo um eu aos seus encantos, aos seus olhos, e me abandonar. Larguei-me em tantas esquinas apenas para poder acompanhar suas ruas.

E agora? Porra, agora me escoro num canto escuro da minha casa. Do meu eu. Agora durmo na sala porque o travesseiro ainda tem seu cheiro. Me debruço nas janelas pra tentar encontrar a tua paz. Mas não está lá. Não está nos cafés frios esquecido em cima da mesa. A paz, cacete, não está nos restos dos seus cigarros, nem nas bebidas amargas. Não está nas roupas esquecidas, nos livros interminados. Nem nas lembranças. Aliás, menos ainda nas lembranças. Essas estão carregadas de ausências tuas, pesadas de amargura. Você não está na casa, em mim, não está onde eu procuro.

Talvez você esteja, ainda que pouco, nessa letra corrida, na minha caligrafia ilegível, na minha ânsia por escrever. Talvez você esteja no papel velho, amassado. Talvez.

Talvez essa seja uma carta dolorida que pesará na mesa de centro por dias até ser esquecida. Por deus, se eu te berrasse meus ensejos, você traria de volta minha paz? Pois te suplico em cada linha minha: sua ausência me ensurdece, me cala, me afoga. Sua falta me mata de uma dor que não sei morrer. E não sei viver.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s