Os amores escorrem pelos ombros, pingam ao chão

Você me lê com os olhos semicerrados, com o coração apertado. Você, pobre menina, me lê com a dor de quem acha que morro de amores incuráveis.

Ah, se soubesse, pequena. Amo, amo sim. Demais. De um modo que me dilacera, me acusa de ter espaços demais. Mas me sustento desse afeto. E quando me vê crua, firme, nula na rua, e quando me ri e eu te rio e quando o amor não transborda de minhas palavras faladas, ainda acha que sou um ser atordoado pelo amar sem fim?

Pois não, minha pequena. Escrevo linhas e linhas e cartas e um sem fim de páginas para viver isso que me brota por dentro mas não se consuma em meus dias frios. E você me lê e sofre e aperta a mão contra o peito, num gesto de dividir a dor comigo. Você compartilha desses afetos nulos, mudos, internos e particulares. Você se encaixa no meu inferno afetuoso. Você, minha menina, me empresta suas dores, me borda de seus sentimentos, você protagoniza meus amores como uma boa representação de quem sou. Pois os amores são todos sofríveis, árduos, sórdidos. Os amores pesam os bolsos, apertam os pulsos, ferem os dedos. Os amores escorrem pelos ombros, pingam ao chão. Os amores viram resquícios em caixas, gavetas e armários. Viram manchas em paredes brancas, em roupas limpas, em pecados íntimos. Os amores desassossegam a alma e lotam memórias.

Então, minha pequena, você me lê e acha que o amor me atordoa num sem fim de dias e horas e dores. Então você até se remói de aflição por mim, sendo que o amor é esse incômodo tamborilar. Mas ele atordoa. A mim e a ti. A todos que tem a ousadia e o afago de amar. A quem se corrompe de afeto em palavras e linhas. A quem engole-o no decorrer dos dias. A quem lê cartas e poemas amantes e acha que os dias correm em eterna angústia.

Mas veja, menina minha, o meu amor sequer te enlaça os dedos e você se dilacera em meus afetos mudos. O amor desarma os mais roto dos corpos decompostos. Ainda assim vive-se para amar e doer-se pelo desejo que não nos toca.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s