Dormindo um pouco mais cedo pra ver se o corpo aquieta. Hoje, pequena, me deito antes da hora pra ver se a cabeça sossega, se o mundo me dá trégua. Me repouso na cama que me parece grande demais, mas ainda assim me abraça. Abraça num enlaço apertado. Por deus, queria passar sete vidas inteiras aqui, emudecida, coberta pelos meus desassossegos, euforias, repousada ao lado do meu caos, contanto que todos eles permanecessem fora de mim. É exaustivo viver, minha menina.

Esse dias. Dias torpes, sujos, vagos. Dias sem fim, mas que ainda assim terminam numa angústia danada. Esses dias foram pesados, amargos, mal amados. Os espelhos manchados, os pulsos feridos, a alma cansada. O coração doído. Nenhum amor pra acalentar a vida, afrouxar o riso. Meus fantasmas todos bordaram minha pele, repousaram em meus ombros, pesaram em minhas mãos.

Menina, se o relógio não me recobrasse a necessidade de viver eu passaria dias sem fim respirando baixinho nesse escuro. E te digo que mesmo só, não estou em plena solidão. Meus pequenos demônios, monstros de armário, meus medos disfarçados de pesadelos chorosos. E eu, menina, eu que alimentei cada monstro meu, cuidei dele como se fossem promessas de futuro. Antes, eles pequenos se escondiam em meus bolsos, entre as mangas de minhas blusas, meus pequenos receios se espalhavam por entre os fios de cabelo. Cresceram. E aos poucos tomaram mais espaço do que eu poderia presumir. Logo não pude mais os disfarçar. Eles, pequenos segredos meus, pesadelos íntimos, ficaram cada vez mais visíveis, mais publicamente meus. Se penduravam em meus pulsos, me pesavam os ombros, entre meus pés. Caí um dezena de vezes por não conseguir mais livrá-los de minhas pernas.

Agora o medo é regado por lágrimas à cor de sangue. Me deito mais cedo tentando, numa das últimas tentativas, me livrar do caos que se instaurou. Fecho os olhos pra fugir de mim, ou deles. O silêncio às vezes é assustador.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s