Meus berros mudos ecoaram para dentro

Há uns dias os papeis andavam vazios. As cartas espalhadas pela mesa permaneciam vagas, frias, mudas. Um não saber dizer tudo que andou me pesando o peito.

Mas os dias correram bem, até que calmos, até que esperançosos. Se eu te escrevesse sobre a agonia de novos caminhos, você ainda leria? Porque tu me foi a melhor e a pior das flores. Uma rosa de cor vívida e que, por centenas de vezes, me roubava os tons. Um tom que, incansável, tornou meus olhares um retrato em sépia. Você me foi uma flor que impregnou seu perfume em mim, mesmo quando os caminhos da vida me impediram de respirar. Me foi a beleza de um flor exime, plantada no meio da minha alma, e ainda assim foi quem espetou sete desamores em meu peito. Você ainda me leria se minhas falas não fossem mais pra você?

Porque elas foram, porra. Por dias e horas e cafés esfriando e a porra do cigarro queimando entre meus dedos, minhas falas e letras tortas foram pra ti. Entre dias mudos e céus cinzentos, eu te confessei afetos em cada linha, e morri no não saber dizer em tons audíveis. Meus berros mudos ecoaram pra dentro.

Mas os finais são espaços repetidos. Os fins vêm com uma sobrecarga psíquica de quem puxa lentamente o ponto da costura e, num segundo, toda a linha tracejada se esvai. Calma e súbita. Eles rompem cada ponto do tecido e numa espera sórdida, essa união é um desmanche fugaz.

Mas você, de longe, ainda que dentro de mim, ainda que fazendo moradia em minha alma, cerne, me leria? Porque, deus, não é mais sobre você. Não pode e não haverá de ser. Ainda que haja toda uma presença tua em mim, ainda que haja um sem fim de tuas memórias e uma dor infindável que ainda me impede de escrever boas palavras, eu puxei a linha. E metade de mim se esfacelou no chão frio do seu não amar. Se quebrou em mil pedaços no chão duro do seu não estar.

Agora, por fim, não mais está. Aos menos em minhas linhas sujas. Em minhas linhas mortas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s