Derramei amor na mesa

Seu afeto é um ruído quase mudo no rádio velho. Uma imagem borrada na televisão preta e branca. Seu afeto é uma flor despetalando-se de bem-me-quer. Todo amor insurge e inflama e revoga e vocifera desejo e querer estar e ser e pertencer. Todo amor é uma linha luminosa tracejando entre os dedos e pulsos e impulsos. Todos os amores são, menos os viáveis, os amáveis, os que vivem em casas de tetos concretos. Nenhum amor realizável se sustenta, pequena.

Pois nesse meu querer beirando o saber que jamais terei, amo. Infindável e inexoravelmente. Amo em seis timbres mudos. Amo feito um copo quebrado que derrama vinho à mesa. Amo pela certeza de não possuir e não ter e não tocar. Amo pois os dedos não sentem, e o perfume não se esgota, as almas não se cruzam. Amo exatamente por não amar. Mentira. É amor! Porra, o mais saturno amor, que não se esgota por não haver defeito em ti. Amor que não desgasta pela ausência de defeitos, e de corpo, e de alma. Amo porque há entre mim e meu afeto um universo, um abismo intransponível. Um amor platônico alicerçado no não tocar e não sentir, e então construir um novo você. Alguém que não existe no mundo real, mas, pequena, te amo. Ainda que sem o ato de amar.

Amo porque não posso escorar minha alma na tua. Amo porque você está do outro lado de um espelho que só, e tão somente, eu vejo o reflexo. Amo porque teu cheiro não me cansa, pois minhas memórias são mais doces do que o doce real dos olhos teus. Mas, ainda assim, teus olhos amenos me parecem sorrateiros e sagazes. Sórdidos. Seus pecados me encantam pois não me ferem. Seus ensejos são vislumbres doces. Você me é um afeto todo digno de amor e noites em claro porque seu vinho derramado não mancha minhas toalhas, seu timbre não entoa nenhuma palavra dura, seus olhos não me reprovam. Todo o seu corpo me é timbre, melodia e um salão onde posso dançar. Você é um sopro gelado no meu peito, quase um susto doce, exatamente por não ser nada próximo a mim. Quase ser, quase estar. Um quase amor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s