A dor se derrama entre as parcas entranhas dessa casa

Você é um corpo delgado e curvado na sala ao lado. Um corpo frio, delineado em traços finos, estirado no chão da minha casa. Você habita cada metro quadrado desse meu torpe eu. Mesmo esguia e malgrada, junto a minha ânsia de te ter longe dos olhos meus, sua existência me pesa três tonalidade de cinza e obsolescência. Mesmo que intrépida, sua presença sufoca a fina e latente passagem de ar em meus pulmões.

Você é uma camada amarga de meu inexistir, uma macha sobre o chão que, dia após dia, se espalha pelos cômodos. Se adere às paredes, aos móveis e, por fim, irá me afogar em mim. Não sei bem de sua estadia aqui, é como se sempre houvesse uma ferrugem encrostada naquele canto amargo de minha alma. Um dia eu acordei e a mancha estava maior.

Por deus, como a gente se habitua com a dor, e seu esparramar é tão sombrio e gradual que a gente aceita e quase nem nota. Quando dei por mim, a sala se fora, as janelas abertas se foram, a cortina branca de renda virou um manto espesso e gotejante da árdua existência tua. A dor se derrama entre as parcas entranhas dessa casa. Um dia acordei e você subira na cama. Deixei. Sequer me mexi, porque minhas forças foram usadas para salvar o que me restou da vida. Nada mais restou em mim. Não existo mais.

Em pouco tempo, o que era um quarto vívido e afetuoso, virou um cerceamento de frustrações. Os tons de cinza mórbido se entrelaçaram em minhas pernas, cobriram meu corpo, se assentaram em minhas mãos como luvas perfeitas. Recostando em minha face, a escuridão me tampou os olhos. Mesmo me imobilizando o corpo, preenchendo a casa, mesmo sendo esse absurdo de regojizo e ojeriza, em mim a malgrada existência é eco. Um fenecer constante e interminável. Em mim soa essa tenra incapacidade de me mover.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s